Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

CHINA ESTÁ A CONSTRUIR A GRANDE MURALHA VERDE

Mäyjo, 01.05.15

china_SAPO

A China, o maior emissor global de gases com efeito de estufa, está a construir um plano intensivo de plantação de árvores para compensar a desflorestação tropical dos últimos anos e sugar dióxido de carbono da atmosfera.

Conhecido por Grande Muralha Verde, o projecto de reflorestação chinês afecta o Norte do País e é o maior projecto de engenharia ecológica do mundo. O país está a construir uma cintura de árvores que se espalhará por 4.500 quilómetros entre o norte e noroeste chinês, numa tentativa de parar o avanço do deserto de Gobi.

O país já plantou 13 milhões de hectares de nova floresta desde 2008, de acordo com a State Forestry Administration.

Nos últimos anos, os esforços de reflorestação da China e a replantação de uma quinta abandonada na Rússia ajudaram a compensar 81% da perda de biomassa acima do solo devido à desflorestação desde 203, segundo o jornal Nature Climate Change.

“O aumento da vegetação surgiu, numa primeira fase, da combinação de factores económicos e ambientais e de grandes projectos de plantação de árvores na China”, explicou ao CityLab o autor e líder do estudo, Yi Liu, da Universidade de Nova Gales do Sul, na Austrália. Segundo Li, o armazenamento de carbono das florestas chinesas aumentou 0,72 por mil milhões de toneladas entre 2003 e 2012.

Foto: Abdulsalam Haykal / Creative Commons

MAIOR PASSEIO DE VIDRO DO MUNDO INAUGURADO NA CHINA

Mäyjo, 01.05.15

passeio_a

O passeio mais alto do mundo

 

CHERNOBIL: DE CIDADE FANTASMA A DESTINO TURÍSTICO

Mäyjo, 01.05.15

foto_1

 O turismo de Chernobil

SE JÁ PAGAMOS A GESTÃO DE RESÍDUOS NA FATURA DA ÁGUA, PARA QUÊ SEPARAR AS EMBALAGENS?

Mäyjo, 01.05.15

Para muitos, a pergunta do título poderá não fazer sentido, mas ela é tão pertinente que a Sociedade Ponto Verde (SPV) decidiu lançar uma campanha para desmistificar a ideia de que a reciclagem causa desemprego e, na verdade, os cidadãos devem ignorar a separação das embalagens, uma vez que já pagam a gestão de resíduos na factura da água.

De acordo com a entidade, a questão é exactamente oposta. Não só a reciclagem não causa desemprego como existem mais de 2.400 empregos directos associados à gestão de resíduos de embalagens no âmbito do sistema Ponto Verde, que são responsáveis por €71 milhões do PIB.

“Não separar os resíduos de embalagem, para além de ser prejudicial para o ambiente, geraria um decréscimo do PIB e a perda destes postos de trabalho”, explica a SPV em comunicado.

Este é o terceiro mito da campanha da SPV – pode ver o primeiro e o segundo mito nos respectivos links.

PERU: CIDADÃOS RECONSTROEM PERIGOSA PONTE DOS INCAS

Mäyjo, 01.05.15

ponte_A

A ponte Inca de Keshwa Chaca

OS PAÍSES MAIS CORRUPTOS DO MUNDO

Mäyjo, 01.05.15

somalia_SAPO

A Somália e a Coreia do Norte são os países mais corruptos do mundo, de acordo com uma lista elaborada pela Transparency International relativa a 2014 e que contabiliza os níveis de corrupção de 175 países. No ranking (que pode ver, na íntegra, abaixo), as pontuações mais baixas são um sinal de “subornos muito difundidos, falta de punição para corrupção e instituições públicas que não correspondem às necessidades dos cidadãos”.

Na lista, o resultado de zero (0) é dado a um país altamente corrupto e de cem (100) para um país bastante transparente. Não existe nenhum país com pontuação de zero ou cem, mas a Somália e a Coreia do Norte estão perto do zero e a Dinamarca e Nova Zelândia do 100, com pontuações de 92 e 91, respectivamente.

Portugal encontra-se na 31ª posição da lista, à frente de Israel., Espanha, Itália ou Coreia do Sul, mas atrás de países como Barbados, Estónia, St. Vicente e Granadinas, Butão ou Botswana. Na lista de países de língua oficial portuguesa, destaque para a posição de Cabo Verde (42º lugar e um dos melhores classificados africanos) e, pela negativa, do Brasil (69ª lugar), São Tomé e Príncipe (76º), Moçambique (119ª), Timor-Leste (133ª) ou Angola e Guiné-Bissau (161º).

Veja a lista completa.

 

1Dinamarca92
2Nova Zelândia91
3Finlândia89
4Suécia87
5Noruega86
5Suíça86
7Singapura84
8Holanda83
9Luxemburgo82
10Canadá81
11Austrália80
12Alemanha79
12Islândia79
14Reino Unido78
15Bélgica76
15Japão76
17Barbados74
17Hong Kong74
17Irlanda74
17Estados Unidos74
21Chile73
21Uruguai73
23Áustria72
24Bahamas71
25Emirados Árabes Unidos70
26Estónia69
26França69
26Qatar69
29St. Vicente e Granadinas67
30Butão65
31Botswana63
31Chipre63
31Portugal63
31Porto Rico63
35Polónia61
35Taiwan61
37Israel60
37Espanha60
39Dominica58
39Lituânia58
39Eslovénia58
42Cabo Verde57
43Coreia do Sul55
43Letónia55
43Malta55
43Seychelles55
47Costa Rica54
47Hungria54
47Maurícia54
50Geórgia52
50Malásia52
50Samoa52
53República Checa51
54Eslováquia50
55Bahrain49
55Jordânia49
55Lesotho49
55Namíbia49
55Ruanda49
55Arábia Saudita49
61Croácia48
61Gana48
63Cuba46
64Omã45
64Macedónia45
64Turquia45
67Kuwait44
67África do Sul44
69Brasil43
69Bulgária43
69Grécia43
69Itália43
69Roménia43
69Senegal43
69Suazilândia43
76Montenegro42
76São Tomé e Príncipe42
78Sérvia41
79Tunísia40
80Benim39
80Bósnia Herzegovina39
80El Salvador39
80Mongólia39
80Marrocos39
85Burkina Faso38
85Índia38
85Jamaica38
85Peru38
85Filipinas38
85Sri Lanka38
85Tailândia38
85Trinidad e Tobago38
85Zâmbia38
94Arménia37
94Colômbia37
94Egipto37
94Gabão37
94Libéria37
94Panamá37
100Argélia36
100China36
100Suriname36
103Bolívia35
103México35
103Moldávia35
103Níger35
107Argentina34
107Djibouti34
107Indonésia34
110Albânia33
110Equador33
110Etiópia33
110Kosovo33
110Malawi33
115Costa do Marfim32
115República Dominicana32
115Guatemala32
115Mali32
119Bielorrússia31
119Moçambique31
119Serra Leoa31
119Tanzânia31
119Vietname31
124Guiana30
124Mauritânia30
126Azerbaijão29
126Gâmbia29
126Honduras29
126Cazaquistão29
126Nepal29
126Paquistão29
126Togo29
133Madagáscar28
133Nicarágua28
133Timor-Leste28
136Camarões27
136Irão27
136Quirguistão27
136Líbano27
136Nigéria27
136Rússia27
142Comoros26
142Uganda26
142Ucrânia26
145Bangladesh25
145Guiné-Conakri25
145Quénia25
145Laos25
145Papua Nova Guiné25
150República Centro Africana24
150Paraguai24
152República do Congo23
152Tajiquistão23
154Chade22
154República Democrática do Congo22
156Cambodja21
156Myanmar21
156Zimbabué21
159Burundi20
159Síria20
161Angola19
161Guiné-Bissau19
161Haiti19
161Venezuela19
161Iémen19
166Eritreia18
166Líbia18
166Uzbequistão18
169Turquemenistão17
170Iraque16
171Sudão do Sul15
172Afeganistão12
173Sudão11
174Coreia do Norte8
174Somália8

Foto: John Martinez Pavliga / Creative Commons

TERCEIRA MAIOR GRUTA DO MUNDO TEM A SUA PRÓPRIA PRAIA, SELVA E CLIMA

Mäyjo, 01.05.15

praia_aA terceira maior gruta do mundo

Visto de cima

Mäyjo, 01.05.15

Erupção do vulcão Calbuco

Ensenada, Chile.png

Ensenada, Chile

-41.222173065°, -72.567814080°

 

O vulcão Calbuco no sul do Chile está vomitando cinzas novamente hoje, após duas erupções maciças na semana passada. As autoridades chilenas declararam que as erupções iniciais lançaram cerca de 210 milhões de metros cúbicos de cinzas no ar.

Impressionantes imagens de satélite infravermelhas feitas nos últimos dias mostram a cidade de Ensenada, localizado na base no vulcão, coberta por uma espessa camada de poeira cinzenta. Para ver fotos do nível do solo, clique no link

Calbuco Volcano eruption

 

 

 

UM QUARTO DOS CARROS É RESPONSÁVEL POR 90% DA POLUIÇÃO QUE RESPIRAMOS

Mäyjo, 01.05.15

escape_SAPO

Não é segredo que os veículos mais antigos que circulam nas estradas contribuem com mais emissões que os veículos mais recentes. Um novo estudo da Universidade de Toronto, no Canadá, veio confirmar o que os ecologistas teorizam há algum tempo: apenas 25% dos veículos que circulam nas estradas são responsáveis por 90% da poluição que respiramos.

Durante a investigação, os cientistas quantificaram as emissões de vários veículos para perceber exactamente qual o impacto das suas emissões para o ambiente. Os resultados foram publicados na revista científica Atmospheric Measurement Techniques.

Os investigadores registaram as emissões de 100.000 veículos que circulam nas estradas, utilizando amostras de ar para medir as emissões de uma das ruas mais movimentadas de Toronto, a College Street. Sumariamente, apenas 25% dos veículos que circulavam naquela estrada – neste caso eram os mais antigos – eram responsáveis por 95% do carbono negro, por 93% do monóxido de carbono e por 76% dos compostos orgânicos voláteis, muitos dos quais estão ligados ao cancro.

O estudo percebeu ainda que tão importante como o carro que está a ser guiado é a forma como o condutor conduz. “Quando analisámos o escape dos veículos observarmos muitas variações, dependendo do carro. Mas a forma como se conduz, a aceleração excessiva, idade do veículo, manutenção do carro são aspectos que podem influenciar os níveis de poluição”, explica Greg Evans, engenheiro químico na Universidade de Toronto e um dos autores do estudo, cita o Inhabitat.

A investigação indica ainda que melhores monitorizações das emissões dos veículos e programas de incentivo para a troca de veículos menos poluentes deveriam ser implementados pelos governos.

Foto: neuroxik / Creative Commons

Visto de cima: plantas das cidades

Mäyjo, 01.05.15

Telhados azuis de Ansan

Ansan, South Korea.jpg

Jeongwang-dong

Ansan, Coreia do Sul

37.336147372°, 126.718586767°

Jeongwang-dong é um sector industrial na cidade de Ansan, Coreia do Sul.

O governo coreano criou um plano para desenvolver a cidade moderna, especialmente nesta área, com ênfase na indústria. A cor azul impressionante que você vê aqui resulta do uso de telhas de alumínio, que é usado por seu baixo custo e longevidade. 

 

A CENTRAL ELÉCTRICA QUE SE CONFUNDE COM A NATUREZA ENVOLVENTE

Mäyjo, 01.05.15

noruega_aA central que se esconde na montanha

 

"Fluxo: Por Amor à Água" (Dia Mundial da Água 2015)

Mäyjo, 01.05.15

Flow: For Love of Water  (Fluxo: Por Amor à Água), documentário de Irena Salina, 2008:


"Documentário premiado Irena Salina que investiga o que os especialistas consideram a questão política e ambiental mais importante do século 21 - A Crise Mundial da Água.

Salina constrói um caso contra a crescente privatização das cada vez menos abundantes reservas de água doce do mundo, com um foco intrépido sobre política, poluição, direitos humanos, e o surgimento de um cartel mundial dominador da água.

As entrevistas com cientistas e ativistas revelam de forma inteligente a crise em franca ascenção, à escala global e humana, e o filme apresenta muitos dos responsáveis governamentais e corporativos por trás da "caça à água"(watergrab), enquanto coloca pergunta: "PODE ALGUÉM SER DONO DA ÁGUA?"

Fonte: Tradução livre de http://www.flowthefilm.com/about


Sobre as consequências da privatização da água, veja também o documentário Ouro Azul, de 2008.

Em 28 de Julho de 2010 a Assembleia Geral das Nações Unidas, através da Resolução 64/292, declarou que o direito à água potável e ao saneamento é um direito humano essencial para o pleno gozo da vida e do exercício de todos os direitos humanos. Esta resolução foi aprovada por 122 países, com 41 abstenções, nos quais se incluem os Estados Unidos, o Reino Unido, o Canadá, a Austrália e o Japão (comunicado da ONU aos media aqui)

Visto de cima: plantas das cidades

Mäyjo, 01.05.15

Visão geral do plano urbanístico de Brasília.

Brasilia.jpg

A cidade foi fundada a 21 de abril de 1960, a fim de mudar a capital do Rio de Janeiro para uma localização mais central, dentro do Brasil.

O projeto - que se assemelha um avião visto de cima - foi desenvolvido por Lúcio Costa e destacam-se os edifícios modernistas do celebre arquiteto Oscar Niemeyer, no seu centro. 

COMO SERIAM AS CIDADES SEM OS SEUS MONUMENTOS FAMOSOS?

Mäyjo, 01.05.15

a_eiffel_aa_eiffel_bE se a história fosse apagada do nosso Planeta?